Portfólio: Alyssa Monks

As obras de Alyssa são de um gênero de representação narrativa. Ela retrata tempo e espaços específicos com uma detalhada empatia.
A artista é parte da Faculdade de Educação Contínua na Academia de Arte de Nova Yorque, onde ela leciona Pinturas Humanas.

Suas pinturas são fantásticas, tão realistas que parecem fotografias.
Premiadíssima, Monk possui atrelado ao seu portfólio os seguintes awards:
 
New York Academy of Art Summer Exhibition, First Prize, Juried Exhibition, 2007.
Greenshields Grant for Painting, Elizabeth Greenshields Foundation, Quebec, Canada, 2006.
Greenshields Grant for Painting, Elizabeth Greenshields Foundation, Quebec, Canada, 2004.
Greenshields Grant for Painting, Elizabeth Greenshields Foundation, Quebec, Canada, 2003.
Travel Grant to Normandy, France at the Chateaux Balleroy: Forbes Foundation, 2001.
Academic Scholarship award: New York Academy of Art, 1999.
Artplosion grant: Boston College, 1999.
Stylus grant: Boston College, 1999.
Confiram alguns de seus quadros:

profile

baptism

Detalhe do quadro anterior

Detalhe do quadro anterior

immersionsmirkwill

Realidade Aumentada

Para quem perdeu a aula do Maurício na sexta…

Ele mostrou diversas  propagandas em formatos diferentes, inclusive este do qual eu não tinha conhecimento: Realidade Aumentada.

Não vou explicar o conceito do sistema, mas vou colocar três vídeos interessantes. Um demonstrativo, um publicitário e um de como essa tecnologia poderá auxiliar futuramente.

Bem resumidamente, a RA, segundo Ronald Azuma (um japa que entende do assunto), é um sistema que:

  • combina elementos virtuais com o ambiente real;
  • é interativa e tem processamento em tempo real;
  • é concebida em três dimensões.

Divirtam-se:

Eu tenho medo!!!!

Para mais informações:

http://www.realidadeaumentada.com.br

Reportagem da Globo

Máquinas e cases – Aprilia

No terceiro quilômetro da saga, começo a semana com mais uma italiana de tirar o fôlego.

Propaganda censurada da Aprilia  "Assentos Gama: Vários tamanhos pequenos"

Propaganda censurada da Aprilia "Assentos Gama: Vários tamanhos"

Alberto Baggio em 1968  na cidadezinha de Noale, em Veneza, montou sua primeira fábrica de motos, a Aprilia. Este nome ganhou fama somente em 1970 quando a scooter de 50 cc Scarabeo foi lançada.

A primeira moto de competição, saiu em 1974 e seus primeiros títulos, em 1977 no campeonato italiano de motocross, para categorias de 125 a 200 cc. A partir de 1985, dentro do MotoGP, nomes como Biaggi, Capirossi, Gramigni, Locatelli, Sakata, Rossi, Poggiali e Lorenzo, fizeram com que a marca se consolidasse no mercado e obtivesse o respeito mundial dos apaixonados por motos. Desde então a equipe possui 40 títulos mundiais, incluindo 33 em MotoGP.

No anos 90 a diretoria da empresa decide abranger o mercado de transportes urbanos e a criatividade sem limites fez com que a primeira moto toda em plástico, Amico, fosse lançada, além da volta melhorada da tradicional Scarabeo, onde manteve o design de vespa, mas chegou com freio dianteiro à disco, dentre outras tecnologias.

Amico

Amico

Scarabeo

Scarabeo

A fim de exportar suas motos, a Aprilia investiu em publicidade pesada para atrais novos clientes. Todo o material desenvolvido na Itália, teve de ser adaptado e algumas vezes reformulado para caber ao público de cada continente. Os frutos de uma completa solução de comunicação integrada foram estratégias de comunicação na publicidade impressa e televisiva, materiais de marketing aos revendedores e formação dos mesmos, excursões com os proprietários, eventos para lançamentos de produtos e reuniões com os revendedores.

aprilia-rsv

Todos os olho estarão voltados à você. Prepare-se

Todos os olho estarão voltados à você. Prepare-se

Promoção "Compre uma moto e ganhe férias na Itália"

Promoção "Compre uma moto e ganhe férias na Itália"

Aprilia-New-Advertising-Campaign-1-BK34WSSAXG-800x600

Minha favorita, que divulga a Shiver, uma moto “naked” (como o próprio nome diz, são motos ‘peladas’, com design despojado e futurista), trasmite extamente est sensação ao leitor.

"Está chegando. E nua"

"Está chegando. E nua"

A principal moto da marca é a RSV4, que é o destaque nas pistas de corrida. Esta moto também a mesma que a Megan Fox pilota no filme Transformers.

rsv4_fact-action-24_1400x10501

Cena de Transformers

Cena de Transformers

Estas motos apareceram também no filme Fúria em Duas Rodas, onde os protagonistas faziam o possível [e o impossível] sobre elas.

torquepic

E para finalizar, segue o vídeo censurado da propaganda em que o público contestou (mais uma vez a hipócrita sociedade) a sexualidade à qual o contexto remete.

Un beso!

E viveram infelizes para sempre

Estava devendo esse post há meses já…mais uma dica do Dantas.

Dina Goldstein, fotógrafa canadense, fez um trabalho que ironiza as princesas dos contos de fadas e mostra como seriam suas vidas nos dias de hoje.

A série de fotos chama-se Fallen Princesses e além de interessante, é bem divertida.

Cinderella

Cinderella

Bela Adormecida

Bela Adormecida

Branca de Neve

Branca de Neve

Chapeuzinho Vermelho

Chapeuzinho Vermelho

 

Jasmin

Jasmin

 

Bela

Bela

 

Rapunzel

Rapunzel

 Em seu site Dina explica que fez um ensaio baseado na fantasia que a grande maioria das garotas possuem com os contos da Disney. Entretanto Dina foi além e descobriu que os contos dos irmãos Grimm eram na verdade obscuros e trágicos antes de virarem as histórias de final feliz que nos foram contadas e que contaremos aos nossos filhos.

A fotógrafa recebeu diversos prêmios por seus trabalhos e ficou famosa por fotografias comerciais e fez diversas capas de revistas de grande veiculação. Vale a pena conferir.

X Box 360 – Project Natal

Esse post é em homenagem ao nosso querido Dan, que faz aniversário hoje, mas não quer revelar quantas primaveras ele está completando. Parabéns menino chato de nossos corações!

Creio que muita gente já esteja por dentro, mas não deixa de ser interessante e resolvi colocar aqui algumas informações e também o vídeo promocional da nova invenção da Microsoft.

O  Project Natal para o X Box 360, promete aposentar os controles e revolucionar os games.

São diversos sensores que ficam frente a TV, que reconhecem voz, expressão facial e movimentos corporais tornando o corpo do jogador, seu próprio controle. As possibilidades são inúmeras com este sofisticado aparelho.

O vídeo fala por si só:

Curiosidade: Steven Spielberg está trabalhando em games para o Project Natal. Entretanto ainda não foi apresentado seu game, mistério para a próxima E3.

 

E vamo que vamo, rumo às 5mil visitas! 😀

Máquinas e cases – Ducati

Mais uma estratégia para atrair leitores...

Mais uma estratégia para atrair leitores...

Dando continuidade à análise de propagandas e estratégias de marketing das grandes marcas do mercado de motos, lhes trago hoje a italianíssima Ducati.

duc21

A empresa italiana da casa de Bologna, renascida após a II Guerra mundial em 1954, fabricava motores auxiliares para bicicletas e motos. Suas primeiras motos não possuíam seta nem retrovisor. Diferenciavam-se das japonesas principalmente pelo motor em forma de “L”, quebrando o design ao qual estávamos acostumados, trazidos pelas nipônicas.

No Brasil, diante de Honda’s e Kawasaki’s, em 1977,  Salvatore Amato em sua Ducati 750S ganhou o Campeonato Paulista de Motorsport (de 600 a 1.300 cilindradas) fazendo com que a marca se tornasse famosa no país.

Salvatore Amato

Salvatore Amato

Em 1994, a empresa italiana lança sua maior lenda: a Ducati 916. Vencedora de inúmeros prêmios, não só em motociclismo como também em arte e design, a 916 é um clássico atemporal que evoluiu para 996, 998 e agora 999 mostrando todo seu pedigree para corridas tornando-a uma das favoritas dos pilotos.

Acompanhe a evolução:

916

916

996

996

998

998

999 Oh my...!

999 Oh my...!

Em 2007, a Ducati realizou uma alteração em sua divisão departamental que assustou alguns profissionais da área de comunicação e de marketing. Simplesmente aboliu o departamento passando a realizar ações através de uma “comunidade” , a Ducatisti , disposta na internet, funciona como um fórum que  diretamente com seus clientes visa soluções de design, organizar eventos e encontros, atrair novos clientes e até anúncios. É mais uma empresa de motocicletas apostando no Marketing de Relacionamento. Amante de marketing, a empresa possui novamente não somente um departamento, mas uma gama de executivos que trabalham na inovação e divulgação da marca pelo mundo.

Eles também apostaram em merchandising, “emprestando” máquinas com designs diferenciados para filmes Hollywoodianos. É o caso de Matrix, Blade,  Rollerball e Yes Man.

Ducati_Trinity_2

Wesley Snipes e a estrela

Wesley Snipes e a estrela

Filme Rollerball

Filme Rollerball

Jim Carrey, chamando ela no grau

Jim Carrey, chamando ela no grau

Além das estrelas da música internacional:

Dá-lhe Bey!

Dá-lhe Bey!

Em Toxic, a Srta. Spears e o bem aparentado Tyson Beckford, numa 999S

Em Toxic, a Srta. Spears e o bem aparentado Tyson Beckford, numa 999S

Campanhas:

Valentine's Day - Campanha criada pela Mattos Grey/2007

Valentine's Day - Campanha criada pela Mattos Grey/2007

Aqui a campanha mostra as vantagens da moto contra seus concorrentes indiretos, os automóveis.

Aqui a campanha mostra as vantagens da moto contra seus concorrentes indiretos, os automóveis.

Outra campanha interessante foi a Ducati People, de 2003 e 2004, onde a empresa incentivou proprietários das motos a enviarem fotos com suas Ducati e descrições de seus estilos de vida. Foi um sucesso o grande número de footgrafias enviadas, porém somente 26 participantes foram escolhidos para voar até Bologna e serem fotografados profissionalmente.

A marca também possui roupas, acessórios e fez parceria com empresas chiquérrimas como MAC, Harrods e Roberto Cavalli, além de ter visto suas peças dando voltas ao mundo através da parceria com a DKNY.

E pra mulherada Tom Cruise nos bons tempos!

TomXP3101_468x565

É isso, aí!

Coloquem seus capacetes e vrum vrum, até semana que vem!

Philip KOTLER – Downloads

Ta mais na cara do que nariz que todos estudantes de publicidade e propaganda ja não aguentam mais ouvir esse nome, e que a bibliografia do cara é importantíssima pra gente, e que qualquer aluno que pretenda comprar todos os livros do guru do marketing vai gastar uma quantia relativa à economia de um país pequeno.
Segue abaixo downloads dos mais importantes (resultado de umas 2 horas de garimpo).
Se quiser me pagar de alguma forma, siga-me 🙂

 
 
 
 
 
 
 
KOTLER, Philip; Marketing para o século XXI.

Ouvindo: Ratos de Porão – Pedofilia santa