Desta vez não vou falar da rodada…


Agora é hora de falar da heróica vitória do Brasil. Não, antes melhor falar da Espanha. A Fúria conseguiu um invejável terceiro lugar num campeonato de 8 times, entre os quais estavam a forte seleção do Egito, os ótimos Americanos, e o Tradicionalíssimo Irã. Ou seria Iraque? Ah, que seja. Era ruim do mesmo jeito. Os espanhóis parece que resolveram que esta Copa das Confederações seria o campeonato do impossível. Os caras conseguiram a proeza de serem eliminados pelos EUA. Sim, o time do basquete, do Baseball, do outro futebol… enfim, eles. Timinho sem vergonha. Daí depois quaaaase conseguiram perder da África do Sul. Ta certo que os Bafana-Bafana jogaram em casa e tal. Mas, se juntarmos um time totalmente sem expressão a um técnico como Joel Santana, não podemos esperar que tal seleção sequer marque um gol. O Joel e aquela pranchetinha dele… Mas enfim, os espanhóis conseguiram uma heróica virada. Venceram, na prorrogação, os donos da casa e terminaram a competição, como já disse, com um incrível terceiro lugar.

Um pouco mais tarde foi a vez do Brasil. Sério, como o dito “país do futebol” toma dois gols do “país do fast-food”? O time estadunidense é sofrível. Muito ruim mesmo. O Brasil começou melhor (?) e dominou a partida. Mas os americanos “acharam” dois gols, sem falha alguma de nossa defesa e viraram o primeiro tempo na frente. Aí demos sorte. O L. Fabiano fez dois: um golaço e o outro um puta gol cagado. Depois do Sr. Robinho ter perdido SEM GOLEIRO em baixo da trave. No final, o Lúcio acertou uma cabeçada e acobertou as “excentricidades” (pra não dizer burrice) de nosso treinador.

A atuação do Dunga foi um espetáculo à parte. Primeiro escalou o G. Silva (não sei o que ele vê naquele cone). Não marca, não passa, não atrapalha o adversário, não faz nada, aquela praga. Depois, além de ter insistido com o PÉSSIMO Maicon, ao invés de escolher o D. Alves, optou por colocar o lateral direito reserva improvisado na esquerda. Se era pra tirar o André pra improvisar outro, por que diabos levou o Kléber? Não entendo. Ele ainda insiste com Elano, Robinho, Luisão, Josué. Pra piorar ainda leva o Gomes. Já pensou se o J. Cesar se machuca, o desastre que ia ser.

Bom, o importante é que o Brasil ganhou e o título vai encobrir a falta de qualidade de nossa seleção e seu pseudo-técnico.

Não duvido ver em breve a seguinte dupla de ataque: D. Tardelli e Souza.

Aiai… alguém aí liga pro Muricy, pelo amor de Deus!

Anúncios
    • Lucas
    • 29 de junho de 2009

    Vale lembrar também que o André Santos não jogou nada em nenhum jogo. Tudo bem, ele não comprometeu e com certeza é 18 vezes melhor que o Kléber, mas mesmo assim está longe de apresentar futebol para a seleção brasileira. Por que não testar o Fábio Aurélio, que está bem no Liverpool e tem mais futebol que os dois juntos!?

    • Por que estamos falando do Dunga. E pra ele convocar, não basta jogar bem, tem que ter bons empresários. Ou você esqueceu dos motivos pelos quais ele convocava o Afonso?

  1. Mas nesse campeonato meu grito mais alto de “GOL” foi o 2º da Africa do sul contra os medíocres espanhóis
    mais alto do q os 3 gritos do jogo do Brasil juntos

    • É… A tal fúria que se dizia a melhor seleção do mundo… Fúria deve ser por que deixam os torcedores cada vez mais furiosos a cada fracasso…

  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: